quarta-feira, julho 20, 2011

Finanças Pessoais - Você sabe calcular sua dívida no cartão de crédito?

Bom dia Amados como vão?

Seu orçamento está apertado e você acredita que não terá saldo suficiente para quitar o valor total da fatura do seu cartão de crédito? Vale a pena conferir algumas dicas e saber como será calculado os encargos e quanto será o valor no próximo mês.
Muitas pessoas entram nesta situação por não saberem exatamente como funciona o cálculo dos encargos da fatura e acreditam que pagar o mínimo pode "aliviar" um pouco a dívida, e que os juros podem ser menores! Não se engane pois entrando nesta modalidade de pagamento a pessoa pode se enrolar por completo.

Vamos ilustrar um exemplo com uma pessoa que tem R$ 1.000,00 de saldo devedor, caso essa pessoa opte pelo pagamento do valor mínimo R$ 200,00 (geralmente este percentuar é fixo em 20% do total da fatura), o saldo à pagar será R$ 800,00.
Este valor será acrescido dos encargos pelo atraso no pagamento, além do juro rotativo, há ainda a multa por atraso (2% ao mês), os juros de mora (1% a.m.).

Calculando os respectivos valores, tem-se o juro do rotativo, em R$ 80,00 (R$ 800 x 10%), a multa por atraso, em R$ 16,00, e os juros de mora, em R$ 8,00. Em outras palavras: R$ 104,00 apenas em encargos!

No mês seguinte o valor da sua dívida de R$ 800,00 será de R$ 904,00, isso contando que não há gastos durante o mês, uma situação pouco provável, pois a utilização do cartão hoje em dia, além de prático se torna mais seguro.

É muito importante que a pessoa nesta situação, revise o orçamento e tente não utilizar o cartão até quitar a dívida, pois os encargos são calculados em cima do total da fatura, se a situação persistir entre em contato com a administradora do cartão e tende negociar.

Vale a pena ficar por dentro de como funciona estas operações para que tenha mais propriedade na hora de negociar, tenham todos um ótimo dia!

2 comentários:

  1. Maria Claudia Gomes3 de agosto de 2011 12:17

    Eu tenho o hábito de ter um controle da minha fatura no Excel, o que evita surpresas e dessa maneira tenho noção do mês que preciso "segurar" um pouco mais.

    ResponderExcluir
  2. Olá Maria Claudia, exatamente, saber o que podemos gastar é primordial, muitas pessoas fazem o controle só após o recebimento da fatura, o que é muito ruim, pois não consegue se previnir!

    ResponderExcluir